Papel Cult

Recomendado: The Bilinda Butchers.

tumblr_loobmeFx321qdf5vgo1_500Bem, como vocês podem ver, resolvi criar mais uma seção aqui no blog, mas dessa vez voltada apenas para o lado mais consumer guide e tal, sem muito compromisso crítico. Volta e meia, pelas ruelas dessa Nárnia digital chamada internet, encontro coisas que me agradam – se você me acompanha pelo Twitter (me segue lá) certamente já deve ter esbarrado com um tweet meu de uma banda/disco que garimpo por aí. Para não continuar essa coisa avulsa, vou passar a reunir por aqui as exceções, bandas/discos que realmente gostei, que de algum modo me surpreenderam ou mesmo aqueles que achei que seria interessante falar sobre, independente deu ter gostado ou não.

Sem notas, sem textos pedantes etc., só um pequeno espaço onde possa compartilhar com vocês o que acho bacana. Ao fim deixarei alguns links disponíveis para que vocês possam conferir o trabalho do grupo que vou falar no texto, também procurarei especificar gênero, origem, discografia, entre outras coisas para que tomem melhor conhecimento do grupo etc. É isso, espero que gostem.

Bilinda_ButchersE a primeira atração que trago hoje é um duo que – acredito que seja óbvio – me ganhou pelo seu nome. The Bilinda Butchers leva como brasão o nome da musa shoegazer Bilinda Butcher, vocalista e guitarrista do My Bloody Valentine; entretanto, musicalmente a dupla pouco se aproxima da bagunça sonora do memorável grupo de Kevin Shields, os rapazes do Bilinda Butchers optam por delicadeza à intensidade, ainda que o My Bloody Valentine conseguisse atribuir catarse ao seu turbilhão de guitarras e vocais quase que inaudíveis, a proposta do grupo é inegavelmente mais avassaladora do que a que escutamos nos EPs do Bilinda Butchers.

Já com três EPs lançados – Away (2008), Regret, Love, Guilt, Dreams (2011) e o mais recente Goodbyes, lançado no ano passado -, o Bilinda Butchers é formado por dois garotos da cidade de São Francisco, EUA, que nitidamente bebem da cena musical alternativa dos anos 90, mas com uma leveza indie pop digna dos trabalhos mais delicados do Belle & Sebastian. Regret, Love, Guilt, Dreams – EP ilustrado na segunda imagem desse post -, navega lindamente no mesmo mar de nostalgia e tristeza apática da banda escocesa.

The Bilinda Butchers - Goodbyes EP

Sem cair na superficialidade da emulação gratuita que inúmeras bandas do gênero caem ao tentar reproduzir os seus ídolos, os garotos da Bilinda Butchers mostram uma maturidade que inúmeras outras bandas – e bandas grandes – não possuem. A curiosidade vai além do ótimo nome que conseguiram para o duo, bela surpresa e uma ótima pedida para quem gosta de Yuck, Pains of Being Pure at Heart, Ringo Deathstarr e afins. E outra, parece que vem novo EP por aí – ou na melhor das hipóteses o primeiro álbum – na página da dupla no Bandcamp podemos escutar, além dos seus trabalhos antigos, o novo single “The Lover’s Suicide”. Bem, só nos resta torcer e esperar.

Ficha

Banda: The Bilinda Butchers.

Gênero: Shoegaze/Dream pop.

Origem: EUA.

Onde escutar: Bandcamp, Soundcloud e MySpace.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 25/05/2013 por em Música, Recomendado.
%d blogueiros gostam disto: