Papel Cult

Melhor Faixa: Kelela – Enemy

Kelela_MusicHallOfWilliamsburg_10152013_ClaytonCarr-9

Uma desconstrução um tanto incomum e sombria do R&B contemporâneo, há uma anormalidade que flerta com a mesma estratégia extravagante usada pelo Autre Ne Veut em seu Anxiety e James Blake em Overgrown, um ato estranho de violentar a formalidade do gênero com exageros vocais e construções rítmicas inabituais, essas distribuídas em situações pouco convencionais que servem para impulsionar e retirar o rhythm and blues do seu âmbito inofensivo e costumeiro; no entanto, aqui o discurso sistemático da obra assume quase que toda a faixa com uma batida nervosa que atinge o seu ápice em um epílogo future garage pesado e nebuloso, apoiando-se na profundidade que a faixa imerge o ouvinte de modo sedutoramente dramático. Não fosse o vocal – esse sim mais corriqueiro e simétrico – de Kelela, que conduz linearmente cada nota como se fosse uma música simples, quebrando em estilhaços as minúcias do clima ultrarromântico e gélido que a faixa sustenta, “Enemy” seria somente mais uma canção despretensiosa e vulgar como boa parte da que pertence ao R&B moderno; mas não, aqui existe algo de profano, de instigante, algo que nos faz ficar curiosos e esperançosos por um álbum de estreia que tem tudo para ser bom. Só nos resta aguardar.

Ficha

Artista: Kelela

Ano: 2013

Álbum: Cut 4 Me

Origem: EUA

Gênero: R&B Contemporâneo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 03/11/2013 por em Faixas, Música, Melhores Faixas e marcado , , , , , , .
%d blogueiros gostam disto: