Papel Cult

James Blake – Overgrown (2013)

jamesblakeimg

É difícil tentar nivelar o James Blake do primeiro disco com o que escutamos aqui nesse seu segundo álbum de estúdio. Em Overgrown, o músico está nitidamente mais maduro e inventivo do que o rapaz introvertido que conhecemos em “The Wilhelm Scream”, ainda que, visivelmente, o músico permaneça tão intimista e intenso quanto em sua proposta inicial de uma soul music quebradiça e quase que expressionista presente no seu álbum homônimo. Em certos momentos Overgrown transparece uma liberdade diferente da que presenciamos no seu disco de 2011, conseguimos observar um lado mais dançante em algumas faixas, algo não tão presente em seu debut e que permanecia sempre em um campo atmosférico fechado e denso.

Por exemplo, em certas faixas mais soturnas e melancólicas de Overgrown, como “Digital Lion” e “Life Around Here”, o músico cria melodias menos sistemáticas e mais desregradas com batidas rítmicas e imersivas em um contexto menos introverso. James Blake (o álbum) era um trabalho mais monolítico e primário, Blake brincava mais com a sua voz do que com o corpo da música, pois aqui há o meio termo de um músico que está nitidamente tentando se reinventar e buscar novas referências sonoras: temos o flerte com o hip-pop em parceria com o rapper RZA em “Take a Fall For Me”, o dancefloor solitário de “Voyeur”, Overgrown mostra um James Blake com um leque maior de estilos e ambições. Produzido por Brian Eno, James Blake faz de Overgrown não uma continuação do seu neo-soul amórfico, mas uma continuação de um novo ponto de partida a evidenciar um músico cada vez mais criativo e sensitivo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 24/12/2013 por em Música, Resenhas e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: