Papel Cult

Recomendado: Dead Limbs

a2410159029_10

É muito bom saber que existe vida inteligente na cena black metal brasileira, ainda mais no estado do Rio de Janeiro. Basicamente, o Dead Limbs é um quarteto formado por garotos dos municípios de Casimiro de Abreu e Rio das Ostras, Região dos Lagos do território fluminense. Juntos, os rapazes dão vida ao seu primeiro lançamento, denominado Lighthouse, um registro forte, esteticamente profissional e que transmite uma maturidade surpreendente ao se aproximar da primazia de grandes bandas da cena. Apoiado em subgêneros mais, digamos… contemporâneos da face negra do metal extremo, o Dead Limbs faz de Lighthouse uma atmosfera sombria, pessimista, que, no entanto, também se revela sensível ao refletir sobre os mais variados detalhes de um trabalho alçado nos traços correntes do blackgaze depressive black metal, apesar de aqui o blackgaze apenas funcionar como um aspecto secundário, dando espaço ao clima imersivo e carregado do DSBM.

Equilibrando esses dois lados, sem soar esteticamente lo-fi, amador demais, como grande parte das bandas independentes do meio, ou mesmo genérica como a maioria das bandas atuais de blackgaze, o Dead Limbs soube como sustentar uma natureza própria em Lighthouse, apesar de aqui se utilizar de artifícios já conhecidos da cena. O grupo se apresenta com uma introdução clássica, ambiente, abre o espetáculo de forma sutil, para em seguida revelar o real corpo melódico do álbum: uma peça misantrópica que agoniza entre o rude e o sensível, até encontrar o seu desfecho apocalíptico. Do vocal ilustre aos dedilhados mais suaves que afagam a segunda canção, o contraste criado pelo grupo acaba demolindo uma enorme parede monolítica que é o seu início, um bloco de horror e distúrbio, que alterna entre o cômodo e o caótico de forma idônea e contraditoriamente delicada. Lost Signal II: Dissonance, por sua vez, é justamente o oposto, a terceira faixa do disco começa doce e, gradativamente, vai construindo um espaço climático próximo ao do blackgaze, sendo propriamente uma canção instrumental, que dá ênfase ao que há de melhor em seu aspecto mais etéreo, algo igualmente característico ao post-rock com suas famosas guitarras crescendo, postura triunfante e afins.

O álbum continua nesse revezamento de caos e ordem para idealizar um cataclismo involuntário, um confronto que acaba sustentado basicamente na natureza nebulosa que o disco possui, no limiar de sua purificação e esgotamento sensível. Mesmo sendo um registro simples, ao menos em seu resultado global, Lighthouse se distingue pela competência de sua execução, na enorme habilidade que os músicos possuem ao conceber um espaço de beleza admirável e ainda pouco evidenciado na música brasileira (e independente) atual, ainda mais no território do heavy metal, que apesar de possuir boas exceções (sim, elas existem), ainda sobrevive de seu passado distante e glorioso. Portanto, na temperança existente entre o blackgaze e o depressive black metal, no equilíbrio de um trabalho arrojado, firme, sem sucumbir aos deslizes de ambos os gêneros expostos, os garotos do Dead Limbs acabam se sobressaindo como uma das boas surpresas brasileiras desse ano. Um achado em tempos de vazio criativo.

Ficha

Artista: Dead Limbs

Ano: 2015

Álbum: Lighthouse

Gênero: Black Metal/Blackgaze

Origem: Brasil

Onde escutar: Bandcamp

Um comentário em “Recomendado: Dead Limbs

  1. maria helena gemaque lima
    01/06/2015

    Muito bom o trabalho desses jovens,continuem lutando por seus ideais e muito sucesso pra vcs.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19/04/2015 por em Música, Recomendado e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: